HOME - Odontopediatria
 
 
15 Abril 2024

Prevalência de padrões de cárie em crianças pré-escolares no século XXI: uma revisão sistemática e meta-análise





FreepikFreepik

Com o objetivo de descrever e avaliar os padrões de cárie entre as crianças em idade pré-escolar em todo o mundo, Phoebe Pui Ying Lam, do Departamento de Odontopediatria e Ortodontia do Prince Philip Dental Hospital, Hong Kong, publicou o artigo "Prevalence of caries patterns in preschool children in the 21st century: a systematic review and meta-analysis" no "Journal of Evidence-Based Dental Practice". Nesta investigação, foram pesquisadas seis bases de dados electrónicas utilizando termos pré-determinados.

Foi efectuada uma dupla avaliação independente de todos os resumos recuperados para identificar estudos realizados após o ano 2000 e foi investigado o padrão de cáries entre crianças em idade pré-escolar. Foram extraídos dados sobre a prevalência de cáries por tipo de dente e superfície. Foram efectuadas meta-análises, análises de subgrupos e meta-regressão com o software estatístico Stata, utilizando o modelo de efeitos aleatórios.  

Foi examinado um total de 2642 registos e, finalmente, foram incluídos 43 estudos observacionais. As lesões de cárie cavitadas foram frequentemente encontradas em incisivos superiores e molares em ambas as arcadas entre crianças em idade pré-escolar. A maior prevalência de cárie foi encontrada nos incisivos centrais superiores (29,1%, IC95%: 25,5%-32,7%) e nos segundos molares inferiores (28,5%, IC95%: 24,7%-32,3%), enquanto os incisivos laterais inferiores apresentaram a menor prevalência (1,7%, IC95%: 1,5%-2,0%). As superfícies oclusais dos molares inferiores foram mais frequentemente afetadas pela cárie, enquanto a cárie quase não afetou as superfícies linguais dos dentes anteriores inferiores. O padrão de cárie nos lados esquerdo e direito era simétrico.

A prevalência geral de cárie foi significativamente maior nos dentes superiores. A prevalência de cárie foi maior em crianças mais velhas, enquanto o padrão de cárie não foi significativamente diferente entre crianças de países com diferentes níveis de desenvolvimento humano e económico.

Em conclusão, as lesões de cárie cavitadas foram mais frequentemente observadas nos incisivos e molares superiores em ambas as arcadas. A prevalência de cárie varia significativamente de acordo com a idade da criança e o tipo de dente primário. No entanto, as crianças em idade pré-escolar apresentam um padrão de cárie semelhante, independentemente da época, do estatuto socioeconómico ou da localização geográfica.

Otros artículos

O 6º Fórum do Conselho Nacional de Saúde (CNS), que se realiza dia 3 de junho, na Assembleia da República (AR), irá incidir sobre o sistema de informação...


Nome: Reunião Anual da Academia Portuguesa de Medicina Oral Data e local: 24 e 25 de maio em Lisboa Organizador: Academia Portuguesa de Medicina Oral Descrição:  A...


Nos próximos dias 5 e 7 de junho, a S.I.N. Implant System, referência mundial na fabricação de implantes dentários, componentes e soluções odontológicas,...


International Team of Implantology realizou o Simpósio Mundial ITI 2024 nos pasados dias 9 a 11 de maio, em Singapura, com más de 5.500 participantes ...


Uma seleção dos conteúdos e datas mais importantes para médicos dentistas também passam a ser divulgados gratuitamente num novo canal de WhatsApp da Ordem...


Vídeo destacado


 
 

 
 
 
 
 
 

Calendário / eventos