HOME - Medicina Dentária Geral
 
 
21 Agosto 2023

Indicadores precoces na saliva para o diagnóstico precoce de doenças orais e sistémicas





A saliva apresenta-se como uma potencial ferramenta para a identificação precoce de patologias orais como a cárie, a periodontite e o cancro oral, bem como de doenças sistémicas como a doença cardíaca ou a diabetes.

A Escola Universitária Adema-UIB está atualmente imersa num projeto de investigação que procura determinar os biomarcadores na saliva que podem facilitar o diagnóstico precoce destas condições.  

A Dra. Nora López, investigadora principal do estudo e responsável pela docência na Licenciatura em Nutrição, explica que o objetivo é demonstrar a eficácia da utilização tanto da saliva como do fluido crevicular para identificar biomarcadores associados a patologias orais. Este estudo centra-se em indivíduos com excesso de peso ou obesos para investigar também a relação entre a má nutrição e o aparecimento de problemas orais.

Para levar a cabo este projeto, uma equipa interdisciplinar de investigadores composta por professores das licenciaturas em Medicina Dentária e em Nutrição Humana e Dietética, incluindo a Dra. Estefanía García, Irene Coll Campayo, Daniela Vallejos Rojas e Pablo Estebala, realizou avaliações em quase uma centena de indivíduos adultos não fumadores.

Os participantes fornecem uma amostra de saliva de 8 ml, é recolhida uma pequena quantidade de sangue e de fluido crevicular, é efectuada uma análise antropométrica, a sua saúde oral é examinada e devem preencher um inquérito sobre a história nutricional. No final deste processo, os investigadores fornecem um relatório pormenorizado com um diagnóstico nutricional personalizado e resultados relacionados com a saúde oral de cada indivíduo.  

Estas análises têm como objetivo identificar e caraterizar potenciais biomarcadores precoces na saliva e determinar a sua relação com o aparecimento de patologias orais. Além disso, procuram explorar a forma como a dieta pode influenciar o desenvolvimento destes problemas e criar um método de diagnóstico não invasivo e eficaz para personalizar tratamentos preventivos para a saúde oral e oferecer aconselhamento nutricional específico. Daniela Vallejos e Irene Coll, professoras da licenciatura em Medicina Dentária, sublinham a importância do diagnóstico precoce das doenças orais, como a periodontite, para reduzir a sua gravidade e evitar complicações.

A doença periodontal é um grupo de doenças que afectam os tecidos que suportam os dentes. O seu início, conhecido como gengivite, caracteriza-se por inflamação e sangramento das gengivas. Os investigadores referem que se esta resposta inflamatória e do sistema imunitário se agravar, pode resultar na destruição dos tecidos moles e do osso alveolar, levando à formação da chamada bolsa periodontal que se aprofunda à medida que a lesão inflamatória progride.  

A saliva surge como uma ferramenta útil para diagnosticar não só problemas orais, mas também doenças sistémicas como doenças cardíacas, diabetes e cancro oral. Os especialistas salientam que a saliva é um fluido biológico de fácil acesso e obtenção. Além disso, a sua composição contém comunidades microbianas de várias superfícies da boca, o que significa que a análise de potenciais biomarcadores na saliva relacionados com doenças periodontais pode contribuir para o diagnóstico precoce destas condições.

Além disso, os investigadores salientam que a análise genética da saliva permite avaliar patologias subclínicas, a predisposição e a vulnerabilidade de um indivíduo para desenvolver problemas orais. Estudos recentes estabeleceram ligações entre a nutrição e a doença periodontal, sugerindo que a obesidade, enquanto condição inflamatória, modula a resposta inflamatória do organismo, aumentando assim o risco de doença periodontal.

Artigos relacionados

A erupção forçada de um dente impactado requer, normalmente, intervenções cirúrgicas e ortodônticas para que o dente seja inserido com sucesso na arcada...


O Instituto de Ciência e Investigação da ADA - Associação Dentária Americana (agora Instituto Forsyth da ADA), a Faculdade de Medicina...


Otros artículos

“Mais e melhor conhecimento científico e técnico, investindo numa formação universitária idónea”. Eis a recomendação que o professor Francisco do...


De acordo com notícia avançada pelo portal da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), o bastonário da OMD, Miguel Pavão, e a vice-presidente do Conselho Diretivo, Maria João Ponces, estiveram...


A Sociedade Britânica de Periodontologia e Implantologia (BSP) vai realizar a sua conferência anual em Newcastle, de 9 a 11 de outubro, sob o tema...


O Sindicato dos Médicos Dentistas (SMD) esteve presente na sede da Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS), onde prosseguiu o seu périplo de...


AUTORA: Andreia Patrão, médica dentista. Mestrado Integrado em Medicina Dentária pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Prática exclusiva em reabilitação oral estética e...


Vídeo destacado


 
 

 
 
 
 
 
 

Calendário / eventos